quinta-feira, novembro 25, 2010

Dia Mundial contra a Violência Doméstica.


(poema de autoria de Ana Martins, do Blog Ave sem Asas)


AFASTA-TE DE MIM!


Afasta de mim essas mãos conspurcadas de ódio,

Já não calo a tua ira destravada em meu corpo,

Já não suporto o teu olhar com o verniz do pódio,

Nem esse sentimento vil e monstruoso.


Afasta de mim essas mãos insanas

E sequiosas da prepotência que te rege sem valores.

Já não temo essa força desigual a que chamas

Insegurança desmedida do amor.


Afasta-te, cancro da sociedade

Já ladeei todos os degraus do medo,

Hoje sou mais eu, assumo outra verdade

Vestida de mim e sem o teu enredo.
 
Alertas:
(se fores vítima...se fores testemunha)
Não ter medo de denunciar!!
Ligar em caso de urgência 800202148.
Apresentar queixa às autoridades competentes.
Pedir apoio à APAV- Associação de Apoio à Vítima
Telef. 707200077 -
Podes também enviar um email:
apav.sede@apav.pt

7 comentários:

Ana Martins disse...

Bom Dia Isabel,
vim deixar-te um beijinho amigo, e aproveito para dizer que muito me honra esta parceria que já mantemos há 3 anos consecutivos.

Beijinhos amiga e bom fim de semana,
Ana Martins

Fernanda disse...

Amiga Isabel!

Estava convencida que ainda nem era seguidora do seu Blog, mas sou, já confirmei.
Sou apaixonada por poesia e a minha querida Ana é uma das minhas poetas preferidas, para além de ser também uma das minhas melhores amigas.

Não me tinha apercebido que tinham esta parceria, foi a Ana quem me falou dela, há pouquinho ao telefone!

Faço questão de dizer aqui também, que este é um dos melhores poemas da Ana, no que respeita este tema.
Todo ele é um grito de insurreição contra a maldita violência.
Venha ela camuflada das formas mais subtis às mais directas... só os cobardes fazem uso dela e fazem-no exactamente em seres mais fracos; mulheres e crianças.

Obrigada por ilustrar tão bem este belo poema e por estar presente nesta luta que se impõem com toda a urgência.

Beijinhos

Zé Povinho disse...

Bonito poema e bela imagem.
Abraço do Zé

BRANCAMAR disse...

Sempre bom vir aqui Isabel. Já tinha saudades e este é um post muito especial, feito com a beleza que lhe sabes dar, apesar da dor que existe pelo meio.

Beijos
Branca

BRANCAMAR disse...

AH, não deixei os parabéns à Ana porque vou já por lá.
Beijinhos às duas.

Fatyly disse...

Um post comovente e parabéns pelo teu trabalho e à autora do poema, sobre o que é hoje um crime público e pena é que a "articulação entre as entidades envolvidas" não seja mais célere!

Beijocas e bom domingo

STOP Violência Doméstica disse...

Visitem e comentem o blog criado no âmbito da disciplina de área de projecto. Ajudem-nos neste projecto!!

(clicar em cima de "STOP Violência Doméstica")