quinta-feira, janeiro 17, 2008

Liberto-me e Viajo ...

Reposição do Post de 18.07.2005:


Liberto-me e Viajo:

No conforto do corpo desnudado, túnica manietando os sentidos, sento-me e viajo, sentindo aragem da agridoce e terna viagem, mundos, mundos, reais profundos. Corpo, pensamentos, mais velozes que a luz e o vento voando levitando sobre prados verdejantes penhascos íngremes arrepiantes cobertos de imaculada brancura, cabelos soltos, flutuando, contrastam com o alvo corpo desnudado, o azul do espaço que me envolve com sua energia num todo, terno e saboroso abraço, com os prados verdejantes serpenteados por riscos de agua cristalina que jorra das fontes e desce em cascatas dos picos dos montes, movem-se pontos minúsculos na terra e no ar, natureza fundida no seu fervilhar.

Joaquim Pinto de Freixo, 9.7.2005



Este texto, foi escrito pelo meu amigo

Freixo, especialmente para esta imagem.

Tenham um Bom Dia.

Isabel

10 comentários:

Amaral disse...

Isabel
Tive dificuldade mas, por fim, lá me consegui concentrar no texto. Mas como a imagem é tão bela e está tão erótico-sensualmente trabalhada...
Bonito. Parabéns aos autores do texto e da imagem.
Bjo

Paula Raposo disse...

Um magnífico post!! Palavras tão certas inspiradas no teu trabalho. Um prazer vir até aqui...beijos.

São disse...

PARABÉNS!!

Vinha dizer-te que levei daqui para o meu espaço o emblema contra a discriminação: espero que te não importes, mas se for esse o caso ...diz-me , que o retiro.

Bom resto de semana, linda.

wind disse...

Lindo texto e bela imagem:)
Beijos

Marco Ferreira disse...

Uma viagem com os sentidos. Não há assim limites nem fronteiras, apenas a vontade de viajar.

marinheiroaguadoce a navegar

Odele Souza disse...

O texto é muito bonito e a imagem também.
Um beijo.

peciscas disse...

O teu amigo, captou excelentemente o sentido da tua bela imagem e usou as palavras certas.

C Valente disse...

Imagem soberba, acompanhada de um bom texto
Saudações amigas com um beijo

walter disse...

Até me arripiei quando olhei para isto.
Venho convidar-te a tomar um copo no meu Cadeirão.

aDesenhar disse...

vim respirar um pouco desta liberdade.
:-)
bj