segunda-feira, junho 15, 2009

Democracia Directa ...

Para os eventuais interessados poderem tomar conhecimento:

Movimento para a Democracia Directa : clica aqui pfvrf

6 comentários:

peciscas disse...

Ora aí está uma voz incómoda para os políticos profissionais.
Mas ele tem razão. Faz muita falta a Democracia Directa, aquela que não se esgota em partidos e exercita a intervenção cívica dos cidadãos. Oxalá a sua mensagem encontre o devido eco.

João C. Santos disse...

não aos dogmas mas ao alto as pessoas,

livres de bandeiras e fieis a uma vontade infinita.

porque a vontade ainda move montanhas.

Fatyly disse...

Concordo com ele, mas a maioria dos portugueses sairá do seu comodismo e ouvirão o eco das suas palavras?
Não sei, só sei que muitos sabem muito mas piam pouco com medo dos políticos!

Mocho Falante disse...

Ora viva

mais uma voz que grita contra a esta corrupção indecente que se vive neste país

beijocas

Miguel disse...

Como cantava Zeca Afonso:

"O que faz falta é animar a malta ...!"

Que a DD seja a voz da Malta ...!

Bjks da M&M & Cª!

R. Rudoisxis disse...

Desiludido com uma democracia infuncional, viro-me para pensamentos da acção directa na utópica governação libertária.
Castrado pela impossibilidade de fazer mudança comum a tantos de nós povo, sinto-me vivendo numa ditadura democrática em que o deixa andar faz parte das rotinas de um povo capaz de feitos grandiosos mas adormecido e conformado com tudo.
Aqui e ali surgem "flares" que nos dizem alguma coisa mas que incrivelmente não se transformam na nossa causa de luta nem nos levam a uma união de propósitos capaz de surtir efeito para a mudança desejada.
Limitamo-nos a formar opiniões e na altura do voto, como castigadores inocentemente elegemos outros que já tanto mal nos fizeram e mais irão fazer.
Depostos e eleitos esfregam as mãos de contentes,uns porque já preparam um futuro aureo para eles e seus seguidores, outros porque irão ter a oportunidade de o fazer durante o mandato que iniciam.
Os lamentos eternizam-se repetidamente e todos esperamos numa esperança sebastiânistica o regresso do salvador da Pátria numa manhã de nevoeiro.
Bjs