terça-feira, abril 29, 2008

Pensando ...

A felicidade é como a saúde: se não sentes a falta dela, significa que ela existe
Ivan Turgueniev

32 comentários:

Paula Raposo disse...

Pois é. Uma frase para pensar. O ar da menina não é muito pensativo...beijos.

Eduardo P.L. disse...

Bom ditado! Verdadeiro. Bonita moça! Cheia de saúde!

Bjs

DelfimPeixoto disse...

Existe sim... mesmo que seja longe, só para nós termos o trabalho de a ir buscar
bjs

wind disse...

Bonito trabalho e sábia frase.
Beijos

meg disse...

Isabel,
Cada dia é um obstáculo, nesta triste fase. Por isso tenho estado ausente.~
Estou a tentar com as forças que me restam para manter o blogue, até ultrapassar este desgosto.

Um abraço

Águas da Vida disse...

Passadinha para ver as novidades e deixar um grande beijo.
Big Kiss

Marta Ribeiro disse...

A mim, fez-me pensar esta frase...

beijinho

guiga disse...

Concordo!
Beijinhos *.*

aDesenhar disse...

também concordo...
ahh
a garota respira saúde
e beleza QB
:-)
BJS

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Isabel, espectacular imagem, excelente frase !
Beijos

Mário Relvas disse...

Bem pensado. A felicidade está presente, muitas vezes não damos conta.No entanto para sermos felizes temos que olhar pela felicidade dos outros.A felicidade é apenas uma palavra que deve significar: viver com alegria, convictamente, nos bons e maus momentos.Mar de rosas?Não há!
Fica com rosas no mar!

saudações e um sorriso amigo

Isabel-F. disse...

Paula,
Eduardo,
Delfim,
Wind,
Meg,
Amanda,
Guiga,
Adesenhar,
Chana,
Mário....

obrigada pela vossa presença e pelas vossas palavras ...

beijinhos

Isabel-F. disse...

Olá Marta,

Viva e bem vinda aqui ao meu sitio. Obrigada pela visita e pelo teu comentário ... volta sempre ... a casa é tua.

beijinhos

Amaral disse...

Isbel
Não consegui ficar "pensando".
Aquele ondular de cabelos, aquele ar exótico-selvagem e aqueles olhos...
Muito bonito.
Bjo

Maria Clarinda disse...

Mais um trabalho maravilhoso, com uma frase super verdadeira.
Jinhos no coração

wind disse...

Tens lá no webclub uma coisa para ti:)
Beijos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Isabel

Nem mais.



Abraço

DelfimPeixoto disse...

Tenho uma flor de Primavera oferecida pela Fanny que quero partilhar contigo. Vai ao meu blog e vê o que deves fazer

mfc disse...

O Eduardo Barroso definia saúde como "um estado transitório, que não augura nada de bom"!

Zé Povinho disse...

A menina é bela, PENSO EU DE QUE...
Abraço do Zé

Maria Sá Carneiro disse...

Mário de Sá Carneiro
A Partida

Ao ver escoar-se a vida humanamente

Em suas águas certas, eu hesito

E detenho-me às vezes na torrente

Das coisas geniais em que medito.



Afronta-me um desejo de fugir

Ao mistério que é meu e me seduz.

Mas logo me triunfo. A sua luz

Não há muitos que a saibam refletir.



A minha alma nostálgica de além,

Cheia de orgulho, ensombra-se entretanto,

Aos meus olhos ungidos sobe um pranto

Que tenho a força de sumir também.



Porque eu reajo. A vida, a natureza,

Que são para o artista? Coisa alguma.

O que devemos é saltar na bruma,

Correr no azul à busca da beleza.



É subir, é subir além dos céus

Que as nossas almas só acumularam,

E prostrados rezar, em sonho, ao Deus

Que as nossas mãos de auréola douraram.



É partir sem temor contra a montanha

Cingidos de quimera e de irreal;

Brandir a espada fulva e medieval,

A cada hora acastelando em Espanha.



É suscitar cores endoidecidas,

Ser garra imperial enclavinhada,

E numa extrema-unção de alma ampliada,

Viajar outros sentidos, outras vidas.



Ser coluna de fumo, astro perdido,

Forçar os turbilhões aladamente,

Ser ramo de palmeira, água nascente

E arco de ouro e chama distendido...



Asa longínqua a sacudir loucura,

Nuvem precoce de sutil vapor,

Ânsia revolta de mistério e olor,

Sombra, vertigem, ascensão - Altura!



E eu dou-me todo neste fim de tarde

À espira aérea que me eleva aos cumes.

Doido de esfinges o horizonte arde,

Mas fico ileso entre clarões e gumes!...



Miragem roxa de nimbado encanto -

Sinto os meus olhos a volver-se em espaço!

Alastro, venço, chego e ultrapasso;

Sou labirinto, sou licorne e acanto.



Sei a Distância, compreendo o Ar;

Sou chuva de ouro e sou espasmo de luz;

Sou taça de cristal lançada ao mar,

Diadema e timbre, elmo real e cruz...


O bando das quimeras longe assoma...

Que apoteose imensa pelos céus!

A cor já não é cor - é som e aroma!

Vêm-me saudades de ter sido Deus...



*

* *

Ao triunfo maior, avante pois!

O meu destino é outro - é alto e é raro.

Unicamente custa muito caro:

A tristeza de nunca sermos dois....



(Paris, fevereiro de 1913)


Beijo grande

Maria

Brancamar disse...

Uma grande verdade e o ar feliz da menina da imagem ilustra muito bem esta máxima.
Tudo de bom para ti Isabel.
Beijinhos

Magri disse...

Bem verdadeira esta frase!

Obrigada pela visita (tenho vindo mais esporadicamente à Net).

Abraço amigo.

anamarta disse...

Frase verdadeira! e um trabalho a condizer:
beijos

Isabel-F. disse...

AMaral,


rsss.... pois ... estou a ver ...


bjs

Isabel-F. disse...

maria clarinda,
Lídia ...

obrigada pela presença e pelas palavras ...

beijinhos a ambas"

Isabel-F. disse...

Wind,

Delfim ...


muito obrigada pela vossa atenção e pelo vosso prémio.

Beijinhos a cada um de vós

Isabel-F. disse...

mfc...

mas o quê? a morte ...?

bjs

Isabel-F. disse...

zé ...

rsss... se tu o dizes ...

beijos

Isabel-F. disse...

Maria,

o poema é belissimo ...

agradeço-te imenso ...


beijinhos

Isabel-F. disse...

brancamar,
Magri,
Anamarta,

tb acho verdadeira...

beijinhos e obrigada pela presença e palavras

Maria Augusta disse...

Verdade que só damos valor à saúde e à felicidade quando as perdemos. Depois vem a frase "Eu era feliz e não sabia".
Belo post!
Beijos.