quarta-feira, março 12, 2008

É triste não ter amigos ????


É triste não ter amigos?


Ainda mais triste é não ter inimigos,

Porque, quem não tem inimigos,


É sinal de que não tem:


Nem Talento que faça sombra,

Nem Caráter que impressione,

Nem Coragem para que o temam,

Nem Honra contra qual murmurem,

Nem Bens que lhe cobicem,

Nem Coisa Alguma que invejem..."

- Voltaire -

67 comentários:

São disse...

Muito boa escolha, a de Voltaire!
Como eu gosto de pessoas inteligentes...
Abraço-te, linda.

tibeu disse...

Será melhor não os ter...... ou telos sem o ser??????
Adorei este blog- Voltarei. Até lé

Isabel-F. disse...

São,

... e eu também ...

beijinhos e obrigada

Isabel-F. disse...

tibeu,

esses não são precisos ...

bem vindo aqui ao meu sítio.
obrigada pela visita e comentário deixado.
volta sempre que queiras ... a porta está aberta.

beijinhos

Paula Raposo disse...

Imagem linda!! Voltaire cheio de razão. Subscrevo...com toda a minha força!! Beijos para ti.

Isabel-F. disse...

Paula,

Obrigada e...

ainda bem que gostaste ... fico contente ...

beijinhos

Eduardo P.L. disse...

Viva VOLTAIRE!
Viva Isabel!
Viva os amigos!

Isabel-F. disse...

Olá Eduardo,

obrigada ... pelas tuas palavras ... tão simples e bonitas ...


beijinhos

Mário Relvas disse...

Isa,
Amigos e inimigos...parem para pensar.Onde e porque há a diferença?

Ao querermos ser amigos criamos inimigos, muitas vezes, principalmente se nos debatermos pela verdade, com coerência e toquemos em pontos que não devem ser falados...

Será que as pessoas buscam amigos?

"Ser ou não ser, eis a questão?"

saudações e um sorriso

wind disse...

Embora não esteja de acordo com Voltaire, é triste sim, não ter amigos.
O teu trabalho está lindo;)
Beijos

Isabel-F. disse...

Mário,

sem dúvida ...

bj

Isabel-F. disse...

Wind,

Claro que é triste não ter amigos.

Beijinhos

Meg disse...

Isabel,
Se o Voltaire disse isso, quem sou eu, uma inorante para duvidar?
Mas digo-te que gostava de ter sido eu a publicar HOJE, esta reflexão do Voltaire.
Amigos AMIGOS, sim. Dos outros que só nos querem para fazer número e nem ouvem o que dizemos...
Desses QUE SÃO UMA DECEPÇÃO... AFASTO-ME.

E agora o que vamos fazer para recuperar a Laurentina?
Assaltamo-lhe a machamba e levamos o que está dentro da palhota?
'Bora lá!

Um abraço

Amaral disse...

Isabel
Realmente é triste não ter amigos (eu até gostava de ser amigo desta beleza).
Não conhecia esta máxima de Voltaire, mas está interessante. Como dizia o outro "não me importo que falem mal de mim, mas que falem". Por vezes os inimigos aparecem por inveja, porque não são capazes de ser bons como nós.
Bjo

Isabel-F. disse...

Meg,

Olha ... como te entendo ...

amigos só dos verdadeiros ... tb se não forem verdadeiros ... é porque não eram amigos ...

quanto à Laurentina ... vamos puxar-lhe as orelhas ... para ver se arrebita ... mas eu nem sei o que se passa ... pois já há alguns dias que não consigo contactar com ela ...

beijinhos

Isabel-F. disse...

Amaral,

Esta frase de Voltaire, vem ao encontro duma outra que me lembrei agora ... mas já não sei de quem é:

"mais vale ser invejado que ignorado" (ou algo similar) ...

beijinhos

Laurentina disse...

OIIIIIII , já cá tou
Caramba uma semana fora de combate e é uma alegria para os olhos o que aqui se passa !!!
AMIGOS tenho dos buas, dos grande e dos serios onde tu cabes, inimigos, olha também sei que os tenho, mas a esses que Deus lhes perdoe...

Estive fora de combate mesmo desta vez foi bem serio...ja te ligo

beijão grande

Laurentina disse...

Que gracinha ouvi agora o teu mp3!!!
ADOREIIIII tens que me explicar como se faz aquela brincadeira.

mais um beijão

peciscas disse...

O Voltaire não deixava de ter razão.
Mas há inimigos que são mesmo umas carraças. Não nos largam a paciência.

Mar Arável disse...

MUITO BEM

QUEM NÃO TEM PELO MENOS ADVERSÁRIOS - É TARTUFO

anamarta disse...

Que tristeza Viver sem Amigos!
Citando Vinicius: "Eu podia suportar se morresem todos os meus Amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus Amigos" os inimigos esses dispenso...
um beijo

Isabel-F. disse...

Elsa,

Olha ... não te preocupes com os inimigos ... rsss... ignora-os ...

e ainda bem que já estás bem ...
__________

quanto ao voice mail, foi feito através do Google Talk, para fazeres tens de ter micro ... o teu PC deve tê-lo incorporado ...

beijinhos

Isabel-F. disse...

Peciscas,

pois há ... sem dúvida...

bjs

Isabel-F. disse...

Mar Arável,

isso mesmo ... concordo contigo ...


bjs

Isabel-F. disse...

Anamarta,

sem dúvida que viver sem amigos seria uma tristeza...


bjs

SãoPauliNa-RP disse...

Oláaa tudo bem????
Seu blog ta maravilhoso!!

Adorei tudo por aki...
agora quem sabe sou mais uma amiga ehheheheh

qdo tiver um tempinho passa lah no meu...sera um prazer ter sua presença por lah!!

Beijossssssssss

Isabel-F. disse...

Olá São,

Bem vinda aqui ao meu sítio ... obrigada pela visita e comentário deixado ...

volta sempre que queiras ... a porta está aberta ...

claro que irei visitar-te ...

beijinhos

Mário Relvas disse...

Isabel,

venho dar mais uma achega:a amizade não é feita de virtualidades e de mentiras. A mentira jamais forma amigos.
A amizade é feita de dor, de alegria, e de verdade, seja ela qual for!

Por isso não é fácil ter amigos.Há muitos interesseiros.

VIVA A AMIZADE!

Eu dou a minha camisa por um amigo.
E perdoo aos sem escupulos que evocam a amizade para fins menos claros...

Saudações e um sorriso

Menina_marota disse...

Minha querida, costuma-se dizer, que dos fracos não reza a história, por isso só os FORTES em TUDO é que têm pessoas que não gostem deles... porque há, infelizmente, mais quem queira mal, do que quem queira bem!!

Eu por MIM, desejo-te TODO o BEM do MUNDO, porque TU MERECES!!!!

Beijinhos e grata pela beleza das tuas imagens ;)

Odele Souza disse...

Isabel,
Tanto quanto eu tu sabes que a amizade se constroi entre outras coisas com sinceridade, honestidade, gentileza, e transparência de atitudes. ´Muitas pessoas fazem amigos nos blogs por que norteiam suas ações por essas qualidades. Outros, ao contrário, fazem inimigos pelos blogs, porque agem exatamente de forma contrária. E depois não se conformam de ficarem a falar sozinhos.

Beijos.

Armando S. Sousa disse...

É uma situação deveras triste não ter amigos, especialmente, em algumas situações recorrentes da vida.

Um abraço.

aDesenhar disse...

afino pelo mesmo diapasão
de alguns comentadores e
se Voltaire o diz...!
então desejo que o nº de amigos
seja proporcional ao de inimigos!
:-)))))

bjs isabel

guiga disse...

Não sei se concordo. Prefiro ter amigos a inimigos. Mas o sr voltaire lá saba o porquê de tal reflexão! loool
*.*

Mocho-Real disse...

Como este Voltaire era inteligente e sábio!
Uma das minhas figuras de referência.

Quanto à tua "piquena", tá com um ar tristinho, sim.
Que tal um passeio à beira-mar? :-)

E amanhã já é Sexta.
Um abraço.

Jorge G.

luma disse...

Fiquei preocupada!! Eu acho que não tenho inimigos! Vai saber!! Beijus

Marco Ferreira disse...

Nunca tinha pensado nas coisas por esse ponto de vista.

marinheiroaguadoce a navegar

Lola disse...

Isabel,

Os piores inimigos, são aqueles que nos sorriem mas que nos fazem sentir físicamente alerta para um perigo que não sabemos definir... Sabes o que é?

Até dá arrepios.

Spectrum disse...

Bem, parece-me discutível a opinião do Voltaire. Não tenho muitos mas prefiro ter amigos, ainda que corra o risco de não ser nem inteligente ou outra coisa qq que faça sombra a alguém.
Oh, eu sei que esta frase não foi inteligente..., mas gosto de vir ao teu espaço ainda que nem sempre deixe vestígios.
Beijinhos

Isabel-F. disse...

Marota,

Tens razão ... dos fracos não reza a história ...

e ...muito OBRIGADA pelas tuas palavras

beijinhos

Isabel-F. disse...

Odele,

o que vale é que esses outros são poucos ou quase nenhuns ...


mas tens toda a razão ...

beijinhos

Isabel-F. disse...

Armando,

Viver sem amigos é sem dúvida bem triste ...


bjs e obrigada pela visita

Isabel-F. disse...

adesenhar,

queres ter tantos inimigos assim????

beijinhos para ti

Isabel-F. disse...

guiga,

claro que qualquer um prefere um amigo a um inimigo .. isso é indiscutível ...


bjs

Isabel-F. disse...

mocho-real,

é também uma das minhas referências ...


bjs

Isabel-F. disse...

luma,

tens a certeza?

olha eu sei que tenho ...


beijinhos

Isabel-F. disse...

marco,

e o que achaste deste ponto de vista?


beijinhos

Isabel-F. disse...

lola,


pois são ... tens toda a razão ... os piores são aqueles que pretendem mascarar-se de amigos ...


beijinhos para ti

Isabel-F. disse...

spectrum,

claro que te entendo ...

e fiquei muito feliz com a tua visita ... é uma honra ...


beijinhos e obrigada

Belzebu disse...

Sábias palavras, as de Voltaire! Nunca tinha visto a questão desta forma e afinal, faz todo o sentido!

Aquele abraço infernal!

babe disse...

ai inimigos... esse mal ão necessário ao nosso ego! Alguém meu amigo diz algo mais ou menos assim... "não me importem que falem mal de mim... Enquanto falam é sinal que a minha presença é notada!"

Isabel, é agradavel encontrar "bloguistas" atenciosos!! :) Digamos que considero uma ética...não costumo responder a todos os comentários ao meu blog (mesmo não sendo muitos), porque quase sempre já são clientes do tasco. :)

Isabel-F. disse...

Belzebu,

Pois é ... temos de concordar que faz todo o sentido ...

beijinhos

Isabel-F. disse...

babe,

bom te ver por aqui novamente ...
obrigada.

eu tb não respondo aos comentários todos os dias ... só às vezes (pois não tenho tempo)... aí, quando o faço, respondo a todos ...

beijinhos para ti

Patricia Viot disse...

Gran escrito, muy cierto además... preciosa imagen.

Saludos

aDesenhar disse...

é para animar a garota da imagem que está um pouco abatida!

"então desejo que o nº de amigos
seja proporcional ao de inimigos!"
foi para equilibrar a caixa de comentários!
lol

Mocho Falante disse...

Querida Isabel, gostei muito mesmo deste pensamento de Voltaire que não conhecia e que é bem actual

Beijocas

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Isabel, exelente trabalho de imagem, belo texto.
Na verdade, por vezes nunca sabemos quem são !
Beijos

Meg disse...

Isabel,
em dia de aniversário, tenho HOJE uma surpresa para os amigos. Espero por ti,
Um abraço

Isabel-F. disse...

Patricia,

Que bom te ver por aqui novamente ...


fico contente por teres gostado.

beijinhos

Isabel-F. disse...

adesenhar,

rsss...


pois ... estou a ver ...


beijinhos

Isabel-F. disse...

Mocho falante,

é deveras interessante este pensamento ... sem dúvida.

beijinhos

Isabel-F. disse...

Chana,

é isso mesmo ... nunca sabemos quem são ...


beijinhos e obrigada pela presença

Isabel-F. disse...

meg,

não faltarei ... claro ...


beijinhos

Mário Relvas disse...

Isabel,

A amizade é não conformar. A amizade é dizer o que se pensa. A amizade não é dizer aquilo que os outros querem.Isso é imposturice. Sou como sou e aceito todos os que de cara destapada me estendam ou peçam a mão.
Também não vivo obcecado por comentários.Seria serviçal e não o sou.
Também não sou louco: não fico a falar sozinho.Há muitos visitantes no Aromas de Portugal, porque infelizmente o AUTISMO EXISTE!A Diferença está visível.
A importância do autismo é evidente.A importância de um blog vê-se pelo serviço que julgamos prestar e não pelo nº de comentários.
Mas cada um é como cada qual...

Abraço para si Odele e para ti Isabel

Anónimo disse...

Mãe:
Apesar de às vezes ser arrogante,
adoro-te profundamente
Apesar de às vezes estar distante
sei que tu estarás lá sempre...
para me apoiar,amar, compreender.
Apesar de parecermos tão diferentes
de em algumas ocasiões gritarmos uma com a outra,
nesses momentos somos iguais,
arrependemos-nos sinceramente,
porque não suportamos a distância, a arrogância, a intolerância.
Adoro-te como tu és
tens uma beleza, que nem com o tempo
se apagou, se desvaneceu ou perdeu.
E quando chegar a essa idade também quero essa beleza,
esses olhos enormes,
esse olhar que por vezes se encontra ausente,
num outro lugar, numa outra altura.
Quero também construir um mundo meu, criar uma barreira gigante
que me deixará a mim também esquecida noutro sítio,
mas não sem rumo.
Quanto muito imune
àquilo que não me interessa
ouvir ou sentir naquele instante
tal como tu o consegues fazer.
Não é um defeito mãe
é uma dádiva
e por muito que isso me irrite às vezes,
orgulho-me de que o consigas fazer.
Porque sei,
que é nesses momentos em que te encontras ancorada na praia da solidão,
que encontras forças,
não para viver mais um dia
mas para viver O dia.
É isso que te torna diferente, especial.
É isso que torna insubstituível
não só como mãe, como mulher, e como uma verdadeira amiga.
Espero que sintas por ti o mesmo orgulho que eu sinto, mas o que mais desejo é que um dia sintas uma alegria ainda maior por veres que aquilo em que me tornei foi graças a ti mãmã.
E graças a mim, que um dia resolvi seguir as tuas pegadas, deixadas na tal praia onde conseguimos esquecer o mundo e fazer com que o tempo pare e não nos deixe envelhecer.
Parabéns

Meg disse...

Isabel

Passei aqui e pelo cantar do passarinho "cheirou-me a bolo de aniversário.

Muitos, muitos, muitos e felizes. Isabel.

E um abraço a condizer.

Luisa Hingá disse...

Isabel a pedido da São Diniz e pq concordo com este tema tomei a liberdade de o copiar para outro lado, colocando a origem...
Se não quiseres diz.
Beijinhos

Um Poema disse...

...
Além do mais Voltaire sabia traduzir em poucas linhas grandes verdades.
Mas a imagem com que ilustras este post é, simplesmente deliciosa.

Um abraço