segunda-feira, novembro 26, 2007

Que Mulheres São Essas???

... republicando um Post de 06.10.2006



Que Mulheres São Essas???

Que mulheres são essas?

Que nunca tiverem identidade

Que não sabem o que é vontade

Que sobrevivem por pura coragem

Que muitas vezes passam por covardes.

Que mulheres são essas?

Cheias de dignidade

Que desconhecem o prazer

Por serem extirpadas

Seus sonhos e seu passado

E por terem implantados

Sorrisos falsificados.

Que mulheres são essas?

Que não sabem o que é viver

Que atrevem a vida a sofrer

Que tapam seu rosto

Com se tivesse crimes a esconder

Que mulheres são essas?

Que vivem subjugadas

Sofridas e caladas

Que não sabem o que é serem amadas

Que não têm filhos que não jogam bola

Que não se interessam pela escola.

Que já nascem para lutar

Com metralhadoras na mão

E ódio no coração.

Que mulheres são essas?

Que não têm pressa

Que não têm face

Não olham para verem o mundo

Não têm boca para reclamarem

Só pulmões para respirarem

Que mulheres são essas?

Que vivem escravizadas

Como se morassem numa senzala

Eternamente vigiadas

Tristes e amarguradas

Que mulheres são essas?

Que dariam a vida

P'ra viverem ao menos um segundo

Do outro lado do mundo.
(Silvana Duboc)


Tenham uma boa semana,

Beijo,

Isabel

46 comentários:

São disse...

Estupendo!
A denúncia deve continuar, sim!
Boa semana!

rascunhos disse...

Bom dia e uma boa semana para ti.


esperemos que um dia estas palavras façam apenas parte da história...


Um beijo e uma excelente semana

Isabel-F. disse...

São,

Claro que deve continuar ...


beijinhos e obrigada

Isabel-F. disse...

Rascunhos,

Nesta situação especifíca, infelizmente nãoa credito que alguma vez venha a acontecer.

beijinhos para ti

São disse...

Quando puderes, passa por lá, sim?
Grande abraço.

Isabel-F. disse...

São,

Vou de imediato...


bjs

Mocho-Real disse...

Bonita imagem e homenagem justa!

Um abraço. Boa semana.

Amaral disse...

Isabel
Este poema e esta ilustração parecem o pião e a baraça, não podem andar um sem o outro, pois combinam na perfeição.
Boa semana
Bjo

Paula Raposo disse...

Um excelente post, Isabel. Um grito de revolta e de vergonha. Beijos.

aDesenhar disse...

Que Mulheres são essas que continuam a ser vítimas das mentalidades retrogadas!
A tua imagem vale por mil palavras.
:-)
bjs

Eduardo P.L. disse...

Que mulheres são essas? E apesar de tudo continuam sendo MULHERES!

Bjs

Isabel-F. disse...

Mocho-real,

agradeço as tuas palavras.

bjs

Isabel-F. disse...

Amaral,

As tuas palavras deixam-me feliz.

bjs

Isabel-F. disse...

Paula,

é sem dúvida revoltante esta situação...


bjs

Isabel-F. disse...

Adesenhar,

Obrigada ... é um post antigo que republiquei...


bjs

guiga disse...

Culturas... Enfim...
*.*

Isabel-F. disse...

Eduardo,

sim ... sem dúvida ...

só não
ao consigo compreender as que sentem orgulho em os filhos serem bombas vivas ...

bjs

Isabel-F. disse...

Olga,

sem dúvida ...

e que não acredito venham a mudar...

bjs

peciscas disse...

Infelizmente, são mulheres deste mundo real e cruel.
Mas as coisas hão-de mudar.
Assim o queiramos todos aqueles que vão despertando para este drama.
Com particular destaque para as próprias mulheres.

Isabel-F. disse...

Oi Peciscas,

infelizmente, neste caso especifico não acredito que alguma coisa venha um dia a mudar ...

elas só mudam de vida, fugindo da terra delas ...


bjs

wind disse...

Extraordinário poema e magnífico o teu trabalho artístico:)
beijos

Francis disse...

O mais estranho é que algumas dizem que aceitam o seu destino. Ou porque são obrigadas ou porque nunca conheceram outro.
O caso das Burkhas é um dos paradoxos da humanidade; Dizem-nos e somos educados que não existem Culturas erradas, apenas diferentes; no entanto, a Cultura da Burkha passa pela mais reles e infame forma de pensar do homem.
Bem, isto dava pano para mangas...

Kiss, Kiss!

Vera disse...

Sim... que mulheres são essas que nunca conheceram o gosto da liberdade...
Revoltante... mas uma situação que existe, infelizmente.

Beijinhos

C Valente disse...

Amiga Isabel,
Quanto ao seu pedido, esteja á vontade, pode utilizar quando o entender
saudações amigas

Laurentina disse...

A denuncia deve continuar Todos os dias das nossas vidas.

Este teu trabalho não conhecia ...está magnífico!!


Boa semana
Beijão grande

Baby disse...

Intenso, poderoso, o post e o poema.
Que esse grito ecoe pela terra, até que uma resposta seja dada...
Parabéns, Isabel.
Beijinhos.

Isabel-F. disse...

Wind,

Obrigada e beijinhos para ti

Isabel-F. disse...

Francis,

"...
a Cultura da Burkha passa pela mais reles e infame forma de pensar do homem.
"

é mesmo ... e tens toda a razão ... é um tema que dá pano para mangas ...


bjs

Isabel-F. disse...

Vera,

nem nunca irão conhecer ...


bjs

Isabel-F. disse...

C Valente.

Agradeço-te imenso.

Bjs

Isabel-F. disse...

Laurentina,

Não??? pois até o coloquei no MGM também...

beijokas

Isabel-F. disse...

Baby,

Infelizmente, como já acima disse, acho que não haverá resposta alguma ...


bjs e obrigada

Marco Ferreira disse...

Boa semana.

marinheiroaguadoce a navegar

Isabel-F. disse...

Marco

Obrigada

bjs

Águas da Vida disse...

Realmente é uma questao muito complexa, uma cultura de muitos anos que deveria ser abolida nos dias de hoje. Uma escravidao da identidade, Excelente post querida Isabel, nao poderia ser melhor!
Big Kiss

wind disse...

Tens lá um desafio se aceitares, claro:)
beijos

Margri disse...

Antes de mais, obrigada pela tua presença... apesar da minha ausência.

A realidade que aqui denuncias é escabrosa, de uma cegueira inconcebível...

Mas, ao contrário de ti, acho que um dia as coisas irão mudar.
Também na Europa (sem atingir estes extremos), há alguns anos as mulheres eram consideradas quase irracionais, sem direito a voto, nem à mínima independência, devendo obediência ao pai ou ao marido (ainda me lembro quando as noivas tinham que prometer ser "obedientes" no altar), e não há muitos séculos a Igreja Católica discutia se as mulheres teriam alma.

Acredito que alguns países islâmicos estão agora a viver a nossa "Idade Média", mas já existem movimentos internos para os fazer sair dessas trevas.
Quando?
Talvez leve o seu tempo, e muitas e muitos terão ainda que sofrer destes preconceitos.

Mas acredito que as coisas irão mudando... também com a nossa ajuda.

Beijinhos e bom resto de semana.

Meg disse...

São as mulheres do outro lado da vida, as vítimas quantas vezes envergonhadas e silenciosas por isso mesmo...

Bela homenagem, Isabel!

Um abraço

Isabel-F. disse...

Amanda,

è isso mesmo: uma escravidão da identidade ...


bjs

Isabel-F. disse...

Margri,

Oxalá tenhas razão ...

mas sou tão céptica a esta realidade do médio oriente ...

uma vez mais digo: não consigo entender como haja uma mulher que se possa sentir orgulhosa por um filho seu ter servido de bomba ...


bjs

Isabel-F. disse...

Wind,

Ok.

Já lá vou ver.


beijinhos

Isabel-F. disse...

Meg,

sim ... na maioria são vitimas silenciosas ...


beijinhos e obrigada

Betty Branco Martins disse...

Querida Isabel



__________muitas mulheres muçulmanas que são confrontadas com algumas perguntas____________como por exemplo o uso da burka e outros "costumes" que nos chocam. não reagem muito bem__________. no fundo____por muito que nos custe a admitir________temos que compreender __________que é caso para dizer___________o incompreensivel


_____é muito delicado este assunto_______culturas diferentes_______e dentro delas___existem mulheres com pensares bem distintos umas das outras. mas a maioria é completamente subjugada


Esta é a resposta de Salma David, que é muçulmana, quando questionada sobre o que acha da proibição do uso do véu islâmico em alguns países europeus

"É uma afronta, uma provocação; então deveriam proibir o top less, a nudez, e outras coisas que fazem mal a sociedade".

http://opiniaonoticia.com.br/interna.php?...
"Uso do véu islâmico"





_____________o poema é maravilhoso



____________vale por cada palavra



(parabéns à Silvano Duboc)


____________parabéns também para ti______pelo excelente post



beijO c/ carinhO
bSemana

Isabel-F. disse...

Querida Betty,

Só isto diz tudo:

"Esta é a resposta de Salma David, que é muçulmana, quando questionada sobre o que acha da proibição do uso do véu islâmico em alguns países europeus

"É uma afronta, uma provocação; então deveriam proibir o top less, a nudez, e outras coisas que fazem mal a sociedade".


...por isso digo que esta situação será muito dificil de ser alterada ...


beijinhos

Cöllyßry disse...

Olá Isabel...mais uma belissima imagem, com belissimo poema a acompanar....lindo este momento...

Bjca doce

Isabel-F. disse...

Cöllyßry ,

Bom te ver por aqui ...


beijinhos e obrigada