domingo, julho 01, 2007

Porque os outros se mascaram mas tu não ...


(para ouvir o clip, na voz de Francisco Fanhais, desligar 1º a música de fundo na barra lateral)

Dedico este Post, ao António Balbino Caldeira, do Blog "Do Portugal Profundo".

Porque
Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.
Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.
Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.
Sophia de Mello Breyner Andresen

63 comentários:

Odele Souza disse...

Olá Isabel, Bom dia!!!

Que lindo este seu trabalho. Dá vontade de olhar muitas vezes, de imprimir, fazer um quadro.

Amiga, quero agradecer pelo prêmio Blog com Tomates que acabas de me conceder pelo blog Flavia, Vivendo em Coma. Além de você, mais três amigos nomearam o blog de Flavia, para este prêmio. Sou muito agradecida a todos vocês, pelo carinho que têm demonstrado e pela frequência com que acessam o blog. Tenho esperança de que a visibilidade que vem sendo dada ao blog possa colaborar para que a situação de injustiça e de despespeito com Flavia, venha a mudar.
Um beijo Isabel!!

Paulo Sempre disse...

"Porque os outros se mascaram mas tu não".
Os poderes ocultos podem mascarar as pantominas dos vira-casacas da governação, podem até mascarar a pobreza e a miséria que atira para a miséria muitos de nós; porém, há sempre alguém que resiste na medida exata da liberdade de expressão. A esses o meu apoio.
Paulo

Águas da Vida disse...

Obrigada querida Isabel pelo premio ja publiquei meus 5 indicados, tinha sido indicada tempos atraz pela amiga do blog loving me for me, Mas fico muito feliz pela sua indicaçao.
Quanto seu post de hoje é indiscutivelmente lindo. O poema nao precisa de comentarios.
Um excelente domingo para ti.
Big Kiss

António Balbino Caldeira disse...

Cara Isabel

Muito obrigado pelo seu carinho, além da solidariedade e apoio. Porque até poder, podemos.

C Valente disse...

Palavras para quê, como sempre gostei
saudações

Pepe Luigi disse...

Isabel f,
Cada vez mais os meus comentários são diminutos para ilustrar o teu genial trabalho, que tens a honra de partilhar connosco dia após dia.
Parabéns!

Um beijinho
do Pepe.

Hilda disse...

"Os Porquê's"... apreciei Isabel, a letra, a música e a imagem!

Boa semana e beijocas

Águas da Vida disse...

Estive pensando uma forma de presentear meus caros amigos da internet e resolvi criar um trofeu inspirada no blog com tomates, o meu trofeu que ofereço se chama blog cultura e indico vc para recebe-lo e depois indicar 5 blogs para receberem o trofeu blog cultura.
nao é obrigado retirar o premio é apenas um presente que fiz para as muitas pessoas que conheci na net.
Big Kiss

aDesenhar disse...

parabéns isabel
o António Balbino Caldeira é um digno representante da Liberdade de Expressão.
bjs

olga disse...

Qualquer dia viveremos num mundo de silêncios constrangedores!

Boa semana!*.*

Amaral disse...

Isabel
três vezes parabéns:
1º pelo belíssimo poema dessa grande poetisa (faz agora em Julho três anos que morreu) que é Sophia;
2º pela bela ilustração;
3º "Last but not least" a dedicatória deste post ao professor Caldeira.
Boa semana
Bjinho

Amaral disse...

Sophia de Mello Breyner é sempre benvinda à nossa leitura diária.
"Porque" acolhe-se e sente-se!...

Isabel-F. disse...

Odele,

Não tens nada a agradecer e fico feliz por teres gostado.

Bjs

Isabel-F. disse...

Viva Paulo,

Que bom te ver de novo por aqui ...obrigada e obrigada pelas tuas palavras.

bjs

Isabel-F. disse...

Amanda,

Não tens nada a agradecer-me ... acho que o mereces.

Bjs

Isabel-F. disse...

António B. Caldeira,

Não é para agradecer ... simplesmente tentei transmitir o que sinto.

Bjs

Isabel-F. disse...

C. Valente,

Obrigada.
Bjs

Isabel-F. disse...

Pepe,

feliz com as tuas palavras...


bjs e obrigada

Isabel-F. disse...

Hilda,

´fico feliz por teres gostado.


bjs e obrigada

Isabel-F. disse...

Amanda,

Agradeço o prémio.

Bjs

Isabel-F. disse...

Adesenhar,

sem dúvida ....


bjs e obrigada

Isabel-F. disse...

Olga,

infelizmente parece que estamos muito perto....


bjs

Isabel-F. disse...

Amaral,

Muito gratificantes as tuas palavras. OBRIGADA.

Bjs

Isabel-F. disse...

Amaral N.,

Sem dúvida nunca me canso tb de ler Shopia.

Bjs e obgda.

poetaeusou disse...

*
se cada um
cumpre o seu destino
tu, sophia,
cumpriste o teu e o meu,
teus avisos e alertas
por não ouvidos,
cumprem um país
que nunca te mereceu ...
*
xi
*

Isabel-F. disse...

Poetaeusou,

é isso mesmo ...


infelizmente.

bj

Miguel disse...

Uma homenagem mais que merecida ...!

Uma boa Semana!
Bjks da M&M & Cª!

Paula Raposo disse...

Um belíssimo poema muito bem dedicado!! Estou solidária. Beijos.

Isabel-F. disse...

Miguel,

Obrigada pelo apoio.

Bjs

Isabel-F. disse...

Paula,

sim ... acho que o ABC bem o merece...

beijinhos

wind disse...

Excelente dedicatória!
Beijos

Isabel-F. disse...

Wind,

Obrigada.
Bj.

Isabel Magalhães disse...

Dois abraços.

Um para ti e outro para o António Balbino Caldeira.




Uma boa semana.
bj.

I.

Isabel-F. disse...

Olá Isabel,

Que bom te ver.
Obrigada.

Bjs

Meg disse...

Isabel, não temos nos escrito, mas tenho vindo ver você
E hoje, com um tempinho, escrevo para repetir o que todos sabem, seu blog é uma autêntica maravillha e este poema, que belíssimo!
Sophia é "divina"
Um grande beijo
Meg

peciscas disse...

Excelente, em todos os aspectos, o post de hoje.
Pela imagem, o que já não é novidade.
Pela dedicatória a alguém que é mais uma das vítimas da intolerância.
Pelo poema, que muitas vezes ouvi cantado pelo Francisco Fanhais, nos tempos em que a intolerância também era lei.

Isabel-F. disse...

Meg,

Tu acreditas que tinha acabado de vir to teu Blog... tb lá vou muitas vezes e não deixo comentário ...mas nunca deixo de ler... acredita...

beijinhos

Isabel-F. disse...

Peciscas,

MUITO OBRIGADA pelas tuas palavras...

poderás recordar Francisco Fanhais, basta desligares a musica de fundo na barra lateral e clicares no clip....


beijinhos

Alexandra Caracol disse...

Lindo! Mais uma vez nos apresentas um belo trabalho.

Um beijo com amizade

Alexandra Caracol

Isabel-F. disse...

Obrigada Alexandra.

Beijinhos

margusta disse...

Olá Isabel!...
Obrigada pela visita e simpatia!

Estive a ver os teus trabalhos e gostei IMENSO !!!

O poema de Sophia é Lindo...como tudo o que Sophia nos deixou...

Vi és natural de Moçambique , todas as pessoas que conheci vindas de lá a falam maravilhas. Deve ser mesmo uma terra Maravilhosa!

Beijinho Isabel!

Baby disse...

Querida Isabel, gostei muito da tua visita, deixo-te um beijo e prometo voltar em breve.

A. João Soares disse...

Quando visito este blog, tão cheio de arte e bom gosto, faltam-me as palavras. Este poema é belíssimo e felicito a Isabel por tê-lo trazido aqui. E é sempre bom relembrar o nosso colega Caldeira. Convém não deixar adormecer a memória dos visitantes acerca deste caso muito sintomático do Portugal de hoje.
Agradeço as visitas e os comentários que tem deixado no meu cantinho.
Abraço

Entre linhas... disse...

Este post é indiscutivelmente lindo Isabel, uma sintonia perfeita entre o post e a música.
Parabéns pelo teu bom gosto e originalidade.
Continuação de uma óptima semana
Bjs Zita

rascunhos disse...

Bela imagem a deste poema.

Gostei!

bj

foryou disse...

Deve ser uma qualquer parvoice minha mas... as homenagens feitas a pessoas que são queridas, enternecem-me sempre, em especial quando merecidas.

:)

Um Poema disse...

Bonito!

Mas quem tem coragem para enfrentar esta seita de compadres merece homenagens.

Um abraço

ferrus disse...

Não te digo que gostei imenso, porque seria repetitivo.

Mas adorei, sim.

Parabéns pelo teu trabalho e pela escolha das palavras da saudosa Sofia.

Beijinhos, Isabel.

Fiquei encantado :-)

J.G. disse...

Belíssima cantiga do Xico Fanhais, um homem que se não deixou prender nas redes do cristianismo católico oficial do Vaticano.

No mais, junto-me a ti, Isabel, nessa mensagem em favor da liberdade de expressão.

Um bjnh.

Dias disse...

Lindo.

O padre Fanhais foi meu professor no secundário (1966 e 1967).

Foi ele que nos ensinou (clandestinamente) o que é para mim um dos melhores e mais bonitos poemas do Zeca "menino do bairro negro" proíbido pelo salazarismo/fascismo.

Um grande Homem o Fanhais.

Isabel-F. disse...

Margusta,

Viva e bem vinda aqui ao meu sítio ... obrigada pelas tuas palavras ...
uma vez que gostaste volta sempre ... a minha casa é tua e a porta está sempre aberta.

Beijinhos

Isabel-F. disse...

Querida Baby,

as tuas palavras deixam-me muito feliz ... até breve...


beijinhos

Isabel-F. disse...

A. joão soares,

"Convém não deixar adormecer a memória dos visitantes acerca deste caso muito sintomático do Portugal de hoje."


é isso mesmo ...

obrigada pela presença e pelas palavras deixadas e bem vindo à minha casa ... as portas estão sempre abertas...

Beijinhos

Isabel-F. disse...

Zita,

Obrigada pelas tuas palavras.

Beijinhos

Isabel-F. disse...

Rascunhos,

obrigada

bjs

Isabel-F. disse...

foryou,

fiquei contente com as tuas palavras.

obrigada
bjs

Isabel-F. disse...

Vitor,

Obrigada ... ABCaldeira merece todas as nossas homenagens ... tudo o que ele tem feito é por todos nós...

bjs

Isabel-F. disse...

Ferrus,

Desta vez estavas em casa ...

obrigada pelas tuas lindas palavras ... deixaram-me bem feliz.


beijinhos

Isabel-F. disse...

Jorge,

Fico muito feliz por te saber nesta onda de apoio...


beijinhos e obrigada pelas tuas palavras

Isabel-F. disse...

Viva Dias,

Tb gosto imenso do F. Fanhais e das músicas que cantou ... no entanto desconheço o que lhe aconteceu ... nunca mais ouvi falar dele ...

obrigada por esta 1ª visita e pelas palavras deixadas ... volta sempre ... a porta está aberta e a casa é de todos...


beijinhos

Papoila disse...

Isabel...
apenas 3 coisas:
1.Tenho pena de não perceber nada destas coisas de trabalhar imagens/fotos para tentar fazer coisas lindas como tu.
2. Fico triste que neste Portugal, por tão profundo ser, se leve tanto tempo a vislumbrar a necessidade mudança que hoje, tanto como 33 anos passados, se torna premente.
3. No meio disto tudo e correndo o risco de levar um processo disciplinar / Criminal.. etc e tal... vou manifestar que apesar de toda a minha vida ter defendido os valores da esquerda, me dá vómitos olhar para Senhores como o dito Engenheiro que se aproveita da esquerda para fazer sobressair o pior que há em qualquer ideologia... a Ditadura. Pois qualquer delas de direita ou de esquerda não deixam de ser ditadura. E neste Portugal Reina um pequeno ditador que é preciso travar.
Como alguém hoje me dizia ... há anos atrás o Cavaco foi chamado de ditador. Pois ao pé do Sócrates o Cavaco será um aprendiz.
Tenho saudades do PS e das Gentes de Esquerda em quem acreditei e muito já votei

BJS

Isabel-F. disse...

Papoila,

Sinto precisamente o mesmo que tu embora nunca tivesse votado PS.

Beijinhos e obrigada pela visita e pelo comentário.

Priscila Gonçalves disse...

Tenho um blog sobre informática,com notícias e links interessantes.Downloads de músicas e livros,estou fazendo a divulgação...Obrigada