segunda-feira, julho 09, 2007

Os Vampiros



(para ouvir esta canção, desconheço quem intrepreta, mas a interpetação está óptima, desligar 1º a música de fundo na barra lateral direita)

ZECA AFONSO
Vampiros



No céu cinzento
Sob o astro mudo
Batendo as asas
Pela noite calada
Vem em bandos
Com pés veludo
Chupar o sangue
Fresco da manada

Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhes franqueia
As portas à chegada
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

A toda a parte
Chegam os vampiros
Poisam nos prédios
Poisam nas calçadas
Trazem no ventre
Despojos antigos
Mas nada os prende
Às vidas acabadas

São os mordomos
Do universo todo
Senhores à força
Mandadores sem lei
Enchem as tulhas
Bebem vinho novo
Dançam a ronda
No pinhal do rei

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

No chão do medo
Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos
Na noite abafada
Jazem nos fossos
Vítimas dum credo
E não se esgota
O sangue da manada

Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhes franqueia
As portas à chegada
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada


Porque considero esta música absolutamente actual ... aqui vos deixo, juntamente com o meu trabalho.

Espero que gostem.

Beijinhos, e boa semana ...

Isabel

46 comentários:

Lumife disse...

Este tema apareceu pela primeira vez num LP intitulado "Dr. José Afonso em Baladas de Coimbra", de 1963. Uma das canções mais emblemáticas de Zeca Afonso.

Muito actual o tema.

Parabéns!

Bjs

C Valente disse...

Como sempre, fantástico
nada será melhor para os dias de hoje, e se os meios de comunicação , não tivesses tão subjugados , deveriam passar esta canção mil vezes.
Saudações

Sulista disse...

Os Vampiros...muito oportuno,
infelizmente!

Boa semana ;-)

Beijinhos

poetaeusou disse...

*
Homem de costas vergadas
De unhas cravadas
Na pele a arder
É minha a tua canseira
Mas há quem queira
Ver-te sofrer
Anda ver o Deus banqueiro
Que engana à hora e
que rouba ao mês
Há milhões no mundo inteiro
O galinheiro é de 2 ou 3 ...
,
in) zeca
,
trabalho sublime
,
xi
/

aDesenhar disse...

Vampiros e não só, continuam actuais, infelizmente.
bjs

Mar Arável disse...

há palavras que as palavras não dizem - há ideias que só a arte transmite - belo - bjs

Odele Souza disse...

Isabel,

Que trabalho elaborado este, cheio de detalhes e efeitos especiais. Está maravilhoso!.
Um beijo.

Isabel-F. disse...

Lumife,

Era eu uma criacinha nessa altura ... o facto é que comecei a ouvir Zeca Afonso, era bem miúda.

Obrigada pelas tuas palavras.

bjs

Isabel-F. disse...

C Valente,

Tens toda a razão ... "se os meios de comunicação não estivessem tão subjugados..."

Obrigada pelas tuas palavras.

bjs

Isabel-F. disse...

Sulista,

Tens toda a razão: infelizmente.

Bjs

Isabel-F. disse...

Poetaeusou,

Como sempre belas e oportunas as tuas palavras ...

e...
obrigada pelo elogio

bjs

Isabel-F. disse...

Adesenhar,

é isso: por achar tão actual inspirei-me para este trabalho...


bjs

Isabel-F. disse...

Odele,

Obrigada ... foi bem complicado de fazer ...

beijinhos

Isabel-F. disse...

Eufrázio,

Gratificantes as tuas palavras. Muito Obrigada.

Bjs

wind disse...

A Música do Zeca é actualíssima e o teu trabalho extraordinário!
Parabéns por este post!:)
beijos

olga disse...

Fantástico trabalho!
Beijos*.*

Miguel disse...

Post mais completo, não podias fazer ...!

Parabéns Isabel ...!

Uma Boa Semana!
Bjks da M&M & Cª!

Isabel-F. disse...

Wind,

és uma querida.
obrigada pelas tuas palavras
bjs

Isabel-F. disse...

Miguel,

... mas que elogio tão bonito.
obrigada e bjs

Isabel-F. disse...

Olga,


beijinhos e obrigada

A.S. disse...

Concordo em absoluto com a letra da canção do Zeca!!!
Quanto aos teus trabalhos, são como sempre deslumbrantes...


Um beijo!

Isabel-F. disse...

A.S.,

bom te ver...

obrigada pela tua visita e pelas tuas palavras.

bjs

peciscas disse...

Muito Bem!
Por tudo.
Pela imagem, pela imortal música do Zeca e pela interpretação que é muito boa.
Quantas vezes cantei Os Vampiros, à socapa, a olhar para o lado, mas sempre com uma grande crença de que um dia no meu país não houvesse bater de asas na noite calada e alguns a comer e outros a calar.
Tive, também, o privilégio de ouvir o próprio Zeca, cantar estas palavras, nesse tempo em que ele só podia (nem podia, só que a gente dava a volta) cantar para menos de cem pessoas, em salas de escolas ou de colectividades menos conhecidas.
Onde quer que esteja, o Zeca deve estar a cantar de novo esta canção, com muita raiva na voz, ao ver, lá de cima, o que se passa nesta terra que era a dele.

Isabel-F. disse...

Peciscas,

Muito obrigada pelo teu testemunho ...
sabes, porque eu já to disse, que a maioria do que se passou nesses tempos, eu, por ser muito miúda, e por estar em Moçambique, passei ao lado de muita coisa ....

mas sabia o que se passava por aquilo que o meu pai me ia dizendo ...

em relação a toda a música de intervenção, vivi-a intensamente ... porque lá tb era proibida ... e os discos que chegavam a minha casa... vinham não sei de onde ... e era proibido dizer que já os tinhamos ouvido ...
talvez por ter sido a unica coisa proibida que eu realmente conheci ... me tenha interessado tanto por ela ...

beijinhos

Isabel-F. disse...

Peciscas,


muito OBRIGADA ainda por teres referido o meu trabalho ... foi das coisas mais complicadas que já aqui apresentei ...

beijinhos

Águas da Vida disse...

Bem original, adorei o video e a tua obra de arte como sempre excelente.
Big Kiss

Isabel-F. disse...

Oi Amanda,

Obrigada pela visita
obrigada pelas tuas palavras sempre eolgiosas


beijinhos ternos

Priscila Gonçalves disse...

Tenho um blog sobre informática,com notícias e links interessantes.Downloads de músicas e livros,estou fazendo a divulgação...Obrigada

Amaral disse...

Isabel
belo post com um vampiros "isabelianos".
O poema é lindíssimo.
Boa semana
Bjo

Alexandre disse...

Também não sei quem são mas são óptimos! E eu adoro vampiros (os de ficção), o castelo do Drácula está à venda, quem me dera poder comprá-lo!

Também havia quem cantasse o vampiro bom, acho que era o José Cid!

Já me contentava com uns morcegos! Beijinhos!!! Muitos!!!

Era uma vez um Girassol disse...

Actual, verdadeiro, infelizmente.
Gostei muito!
Beijinho

Um Poema disse...

O teu trabalho está, simplesmente, FANTÁSTICO!
Quanto a "Os Vampiros" é óbvio que a música é actual. Talvez mais actual do que nunca.
Já a censura, a violação da correspondência, a delacção, etc, quando praticadas por comissários políticos, kapos e outros apaniguados...
Como é que um país tão nobre, cai, repetidamente, sob o domínio de gente desprovida de escrúpulos e não consegue libertar-se dos abutres?... Que karma!

Um abraço

marta disse...

Gostei da interpretação, apesar de preferir ainda, pela carga que lhe põe, da do próprio Zeca Afonso.

Isabel-F. disse...

Priscila,

Bem vinda e boa sorte para o teu novo blog.

Bjs

Isabel-F. disse...

Amaral,

rssss...
e... obrigada
bjs

Isabel-F. disse...

Alexandre,

rsss....
não sabes tu outra coisa...
bjs

Isabel-F. disse...

Girassol,

dizes muito bem: infelizmente.

bjs

Isabel-F. disse...

Vitor,

Obrigada pela tua particpação e comentário ...
claro que estou absolutamente de acordo contigo...

beijinhos

Isabel-F. disse...

marta,

que bom te ver aqui novamente ...

claro que tens razão, mas a única versão que encontrei na net interpretada por Zeca Afonso, tinha uma qualidade tão horrível, que não se percebia nada ... daí a minha escolha...

beijinhos

Papoila disse...

Mais que actual. Retrato perfeito do que vivemos.

Mas amo essa música

Beijos

Isabel-F. disse...

Papoila,

Obrigada.

Tb adoro esta música

beijinhos

MR disse...

Talvez das imagens mais fortes que nos deixas...

Cada cidadão deve fazer para que tudo não seja comido. As coisas devem ser olhadas, pensadas com verdade e seriedade!

As músicas do Zeca não são património de uma esquerda...mas de todos os portugueses.

Marcaram uma época de radicalismos, mas observamos serem intemporais!

beijos

Mário

Isabel-F. disse...

Mário,

Obrigada pela tua contribuição...
concordo com tudo o que dizes...

quanto à imagem... foi das mais difíceis que fiz...


bjs

Clitie disse...

Desde que me lembro, que a letra desta música faz todo o sentido.

Beijinhos

LopesCa disse...

Vampiros
Eles comem tudo
E não deixam nada
Infelizmentente esta canção está muito actual.

Menina_marota disse...

Excelesnte post. Gostei imenso!

Bjs ;))