domingo, outubro 23, 2005

Carta aos Amigos da Blogosfera...

Porque acredito que a amizade,
um dos poucos valores que ainda nos restam,
deve ser cultivada...
aqui fica,
com um beijo,
Isabel



Cativar Amigos
(Trecho do Livro Pequeno Príncipe _cap.XXI)Antoine de Saint-Exupéry

"E foi então que apareceu a raposa:

- Bom dia, disse a raposa.

- Bom dia, respondeu polidamente o principezinho que se voltou mas não viu nada.

- Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira...

- Quem és tu? perguntou o principezinho. Tu és bem bonita.

- Sou uma raposa, disse a raposa.

- Vem brincar comigo, propôs o príncipe, estou tão triste...

- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa.Não me cativaram ainda.

- Ah! Desculpa, disse o principezinho. Após uma reflexão, acrescentou:

- O que quer dizer "cativar" ?

- Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras?

- Procuro amigos, disse. Que quer dizer cativar?

- É uma coisa muito esquecida,disse a raposa. Significa "criar laços"...

- Criar laços?

- Exatamente,disse a raposa.Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos.E eu não tenho necessidade de ti.E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas,nós teremos necessidade um do outro.Serás pra mim o único no mundo.E eu serei para ti a única no mundo... Mas a raposa voltou a sua idéia:

-Minha vida é monótona. E por isso eu me aborreço um pouco.Mas se tu me cativas,minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei o barulho de passos que será diferente dos outros.Os outros me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora como música. E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo?Eu não como pão. O trigo para mim é inútil.Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. E então serás maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti.E eu amarei o barulho do vento do trigo...

A raposa então calou-se e considerou muito tempo o príncipe:

- Por favor, cativa-me! disse ela.

- Bem quisera disse o príncipe, mas eu não tenho tempo. Tenho amigos a descobrir e mundos a conhecer.

- A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa.Os homens não tem tempo de conhecer coisa alguma.Compram tudo prontinho nas lojas.Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres uma amiga, cativa-me!

- Os homens esqueceram a verdade, disse a raposa. Mas tu não a deves esquecer."



Este Post é dedicado ao mf.c., do Pé de Meia.

24 comentários:

Carol disse...

once again, Lindo... de resto, sem palavras como sempre para este blog! :)

bom domingo*

Furão disse...

Absolutamente divinal, o teu sentido de oportunidade.
O Pequeno Príncipe tem, em cada uma das suas páginas, verdadeiras lições (devíamos lê-lo vezes sem fim). Extraíste uma delas, e com que acompanhamento musical! Não podia estar melhor.

BRAVO!

Bjs

Anónimo disse...

" Você é responsável por aquilo que cativas"
Exupery,sempre é uma boa lembrança....
Rita

Isabel-F. disse...

Carol...
Bigadinha linda;

Furão...
Que bom teres gostado...

Bjs a ambos

Isabel-F. disse...

Rita...

Não sei quem és...mas obrigada e bem vinda aqui...

Bjs

Mocho Falante disse...

Belo post, ainda por cima com a passagem de um dos livros da minha vida...pé de meia grande sorte, grande honra

wind disse...

Admirável, a parte que mais gosto do Principezinho:) beijos e sê feliz com muitos amigos*

Vespinha disse...

Olá Isabel!

Um post lindissímo!!
Adoro o Principezinho.É uma ternura.

Beijinho da Vespinha

adesenhar disse...

um :) para ti amiga isabel.


bj

mfc disse...

Muito e muito obrigado.
Foi um lindo presente que me ofereceste. Vou guardá-lo, bem guardadinho... é lindo!
Um grande beijo.
Manel.

A.J.Faria disse...

Isabel Filipe!
A arte de cativar alguém, implica necessariamente, dar-se e simultaneamente receber, sem que nenhuma das partes a isso seja obrigada.
Beijinho,

Manel do Montado disse...

E X C E L E N T E!
De ti outra coisa não era de esperar. kanimambo.
Bjokas

Al disse...

Olá Isabel,
Cada vez que por cá passo fico simplesmente deslumbrado com o teu talento.
Cada vez tens trabalhos mais bonitos.
E poder recordar o pequeno príncipe foi uma delícia.
Vou saciado... por ora.
Bjs

Isabel-F. disse...

Mocho,
Wind,
vespinha,
Adesenhar,
António,
Manuel,
Al....

Obrigada;

m.f.c.,
ainda bem que gostaste...


bjs a todos

João Scottex disse...

Shuif! Shuif!
Que ternura?!
Beijos Isabel.

Henrique Santos disse...

Claro que só um príncipe, mesmo pequeno, para de forma exemplar, nos ensinar umas coisas importantes que estão esquecidas...
Oportuno, inteligente e, bem apresentado, com a maestria habitual, no conceito, na beleza e na estética!
Obrigada, Ricky

Isabel-F. disse...

João,
Ricky....

Obrigada.

Bjs

batista filho disse...

Essa parábola é das mais lindas e cativantes. Atualíssima! Grato, Isabel. Um beijo.

Isabel-F. disse...

Baptista....

é um livro que nunca me canso de ler....
sempre que o leio encontro lá alguma coisa nova...

bjs

romero disse...

precioso, Isabel :)

Besito

Lumife disse...

Bonita homenagem com um texto de sempre.

Beijos

Isabel-F. disse...

Romero,
Lumife...

Obrigada

Bjs

Menina_marota disse...

O Pequeno Príncipe continua a ser um dos livros de minha referência e dedicação, após já o ter lido aos meus filhos, não sei quantas vezes...

E, sendo eu uma crédula, especialmente no que se refere à Amizade, esta imagem e este texto, foi o melhor que hoje poderia ter visto e lido...

Um abraço carinhoso ;)

Isabel-F. disse...

Menina Marota...

pois eu sou como tu...

prezo muito a Amizade...
e obrigada pelo teu comentário

beijo grande